Teoria da Aprendizagem Significativa

Teoria da Aprendizagem Significativa: Ausubel

A teoria de David Ausubel é baseada na visão cognitivista e segundo esta visão, aprendizagem é a organização e integração de material na estrutura cognitiva do indivíduo. Segundo Ausubel, a aprendizagem significativa no processo de ensino necessita fazer algum sentido para o aluno e, nesse processo, a informação deverá interagir e ancorar-se nos conceitos relevantes já existentes na estrutura do aluno.

Ausubel elaborou a  teoria da aprendizagem significativa que definiu como o processo através do qual uma nova informação relaciona-se com um aspecto relevante da estrutura de conhecimento do indivíduo.  A Estrutura cognitiva  é uma estrutura hierárquica de conceitos que são abstrações da experiência do indivíduo.

Novas idéias e informações são aprendidas e retidas na medida em que existem pontos de ancoragem . A aprendizagem significativa ocorre quando uma nova informação ancora-se em conceitos relevantes preexistentes na estrutura cognitiva de quem aprende

Aprendizagem implica em modificações na estrutura cognitiva e não só acréscimos.

À medida em que a aprendizagem significativa ocorre, conceitos são desenvolvidos,elaborados e diferenciados em decorrência de sucessivas interações:

  • Diferenciação progressiva – As idéias mais gerais e mais inclusivas da disciplina devem ser apresentadas no início para, depois irem sendo progressivamente diferenciadas. Em termos de detalhe e especificidade
    é mais fácil para o ser humano captar aspectos diferenciados de um todo mais inclusivo previamente aprendido, do que chegar ao todo a partir de suas partes diferenciadas.
  • Reconcilição integrativa – Explorar relações entre idéias, apontar similaridades e diferenças importantes, reconciliar discrepâncias reais ou aparentes. O conteúdo deve não só proporcionar a diferenciação progressiva, mas também:  explorar, explicitamente, relações entre proposições e conceitos,  chamar atenção para diferenças e similaridades importantes ereconciliar inconsistências reais ou aparentes.

Ensino que faz sentido

Pensada para o contexto escolar, a teoria de Ausubel leva em conta a história do sujeito e ressalta o papel dos docentes na proposição de situações que favoreçam a aprendizagem. De acordo com ele, há duas condições para que a aprendizagem significativa ocorra: o conteúdo a ser ensinado deve ser potencialmente revelador e o estudante precisa estar disposto a relacionar o material de maneira consistente e não arbitrária.

“Ensinar sem levar em conta o que a criança já sabe, segundo Ausubel, é um esforço vão, pois o novo conhecimento não tem onde se ancorar”.

“Nós ainda temos uma escola que treina o aluno para memorizar, e não para pensar”

A memorização também é útil

Ao analisar as interações entre professor, aluno e conhecimento, Ausubel ainda definiu a aprendizagem mecânica. Nela, os conteúdos ficam soltos ou ligados à estrutura mental de forma fraca. São memorizadas frases como as ditas em sala de aula ou lidas no livro didático. “A escola deve almejar a aprendizagem significativa, mas isso não pressupõe que a mecânica tenha de ser desconsiderada”.

Além do mais, nem sempre basta ter a informação. “Aprender leva tempo e as horas passadas na escola podem não ser suficientes para mudar as ideias que o seu cotidiano e a sua história reforçam”.

 

 

Deixe uma resposta